domingo, março 13, 2005

Ao princípio ainda a queria apanhar, prendia-lhe a cabeça e segurava nela, mas depois (apesar de não me parecer ser das venenosas) ache melhor estar quietinho e agarrar nela com um pau... Posted by Hello

1 Comments:

Anonymous David Luna de Carvalho said...

Olá Duarte,

O facto da malta daí ter fugido perante a cobra é normal. Fogem sempre de qualquer cobra, venenosa ou não. Da sua parte foi mais cauteloso não a ter apanhado à mão, embora não me pareça que fosse nem mamba, nem naja, nem víbora, há muitas outras venenosas.
O meu pai conta que nos idos de 60 havia um empregado que ia frequentemente ao Lab. de Biologia (Dundo) com uns canudos, do qual saíam cobras que ele apanhava à mão. Algumas delas eram najas, mambas e outras da mesma laia. Quando o meu pai lhe explicou que podia ter morrido de forma fulminante, o homem nunca mais quis saber de cobras.

Abraços

P.S.
Pedi ao meu pai para lhe fazer uma breve descrição dos "Paussidae".

1:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home